domingo, 21 de noviembre de 2010

BEEL:
Hoje a noite é de lua cheia e as estrelas parecem mais brilhantes
pensando em milhares de coisas vivo vida de mutantes
sinto esse frio que me abraça é estou em pleno verão
essa noite ja esta no fim mais outras melhores virão


SETI:

Esperando a ansiedade aperta
os amigos se dividem com medo
pra não temer fiquei alerta
mas parece que nunca chega o ''amanhã cedo''
nada é igual antes, o antes é igual ao nada
o pássaro não consegue voar
o palhaço esqueceu a piada

BEEL:
Tudo chega sempre ao fim tudo tem um começo
ninguem nunca é perfeito sempre tem um tropeço
rotina é inevitavel assim como amar tambem é
é melhor tentar mudar a rotina do que se sentir um mané

SETI:
Só os fracos se entregam fácil, essa é minha visão
as vezes a vida ainda te bate, mesmo estando caido no chão
nessas horas você se sente, numa escuridão que só aumenta
mas porque tanto reclama se ao menos nem tenta?
desistir sem tentar, isso é uma lástima
já cansei de ver o sangue misturado com as lágrimas
essa mistura vira tinta, que vira desenho no papel
mas faz tempo que o sol que sonho não brilha mais no céu
mas não desisto!
tenho certeza que vai brilhar
eu acredito!
que o sangue vai estancar
e o sol vai subir, nova vida um novo dia
eu só paro de acreditar quando morrer de hemorragia

BEEL:

Sempre no meu mundo fico trancada como em uma prisão
ja me cansei disso tudo de viver só de ilusao
sentimentos que estao em volta de mim parece tao superficial
e quando me sinto melhor paro e vejo que nada é real
continuo caminhando na mesma direçao com o mesmo objetivo
eu olho pros lados tentando saber se em algum lugar tem perigo
vejo meu sangue escorrendo, pode continuar a sangrar
eu me sinto bem no momento nao sinto vontade de parar
.

No hay comentarios:

Publicar un comentario